05 set
Amor de irmãos. Feliz dia do irmão

image

Amor de irmão é algo sem tamanho, é amar alguém que não é nossa mãe ou pai, que passamos nossa infância e muitas vezes nossa adolescência brigando por bobagens sem imaginar o quanto somos importantes uns para os outros.

É crescer se espelhando em alguém ou ser espelho para um outro alguém. É acobertar algumas mentiras e muitas vezes dedurar as mesmas.

É ter um eterno companheiro nas brincadeiras, armações e travessuras.

É querer acompanhar o ritmo do “mais velho” e levar na cara que você é “pirralha”, “guri”, pequeno. É dividir o que é seu, herdar o que é deles e muitas vezes não aceitar nenhum e nem outro.

É levar a culpa pelo que fez e pelo que não fez, ficar de castigo porque em uma das brigas você não pensou por ser criança e quis bater, morder, empurrar e até mesmo quebrar ou esconder algo tão importante para o seu irmão.

É ouvir seu pai dizer: – As duas agora deem um abraço e só saíam dai quando eu mandar! E depois de meia hora só ouvirem os risos da raiva que passou.

É querer também se enturmar com o grupo da escola que seu irmão faz parte. É ter orgulho quando eles passam e você diz para os seus amiguinhos: – Aquele ali é meu irmão! Ou até mesmo pegar aquela briga se confiando que o mais velho vai te acudir sempre. E eles sempre vão!

É falar e ouvir: – Eu te odeio! – Não sei pra que você nasceu! – Você não é mais meu irmão… E depois se arrepender e dizer: – eu amo você !

É poder falar de paqueras, do primeiro beijo, do primeiro amasso e muitas vezes morrer de ciúme porque você não acredita que seu irmão faz aquilo.

É ficar adulta e ver que o amor ainda cresce, você vê seus irmãos casarem ou seguirem suas vidas e sentir saudade. Você quer opinar, tomar as dores e assim brigam novamente, mesmo adultos.

Aliás, Ficar “de mal” do irmão depois de adulto é a coisa mais comum do mundo, pois acho que somos sempre uma eterna criança quando estamos juntos.

Você pode até falar mal deles, mas vai alguém se atrever a falar mal que você vira bicho e não aceita.

Ai você se torna tia, vê que ainda pode amar mais, cria laços com os sobrinhos e se sente no direito de mandar, reclamar, aconselhar, vira quase uma mãe deles, até você se tornar mãe de verdade e não aceitar muitas das coisas que você cansou de fazer.

É ver seus pais envelhecerem e pensar: – E quando eles se forem? Como vai ser? Ai você lembra que nada os substituirá, mas que você tem irmãos pra te apoiar ou simplesmente sofrer da mesma dor, na mesma intensidade e saber que sempre terá um ao outro independente do rumo, das escolhas e das diferenças.

O mais velho sempre será o queridinho da mamãe, o mais novo sempre o caçulinha protegido, mas sempre serão seus irmãos. Igual a casamento, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte os separem.

Um, dois, três irmãos, não importa a quantidade você sempre irá amá-los como únicos.

E que venha Caio para alegrar a vida do meu pequeno Davi, que agora se tornou o mais velho da família e quem sabe não chega mais para aumentar o que já transborda de amor.
Texto: Mariana Lira Lindoso (Tia Mari ❤️)

 

Um comentário

  1. A palavra irmão tem um significado muito forte que é: amor sincero e eterno.

    Comentário

Deixe seu comentário