A tão temida mordida aconteceu!

17 mar
A tão temida mordida aconteceu!

Oi gente!

O que eu tanto temia aconteceu aqui em casa. Caio deu sua primeira mordida e adivinha quem foi o felizardo? O meu pequeno Davi.
Fiquei arrasada! Fazer Davi entender que é uma fase, que ele fez por não saber verbalizar o que estava sentido, foi e ainda é difícil.

Não vivi isso com Davi, mas vivi muito como professora. Tive uma turma que passou pela fase oral de uma maneira bem difícil, onde cada piscada era uma mordida. Trabalhamos muito essas questões com a família e com eles em sala de aula.

Aqui em casa percebi que quanto mais eu repreendia Caio mais ele mordia enfurecido. Precisei mudar a tática e hoje quando ele tenta ou morde, abraço ele, dou carinho e digo que não pode machucar o irmão e nem a mamãe.

IMG_8891
O que não podemos é entrar em desespero e entender que assim como todas as fases, ela também passa. Já tenho alguns ganhos com o Baby Caio e a compreensão de Davi em algumas situações. Sei que quando a oralidade dele aflorar mais, logo passará!

BULA

#Publi #FujaDoRoxo #Hirudoid

02 mar
Carência de ferro: saiba se seu filho apresenta os sinais

Falta do mineral pode causar anemia ferropriva, doença que atinge muitas crianças no Brasil.

IMG_8656Quando apatia, desânimo, falta de ar, dificuldade para realizar atividade física, fraqueza muscular, fadiga crônica e perda de apetite começam a marcar presença com frequência na vida dos pequenos, os pais devem ficar atentos. Juntos, esses sintomas podem sinalizar uma anemia que pode ser devida a carência de ferro. O problema é causado pela diminuição de glóbulos vermelhos no sangue, células responsáveis por levar oxigênio para todo o organismo.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, o ferro é um micromineral essencial para o crescimento e desenvolvimento da criança. A deficiência de ferro pode levar, em última instância, ao desenvolvimento da anemia ferropriva, que é a carência nutricional mais prevalente no mundo. No Brasil, estima-se que entre 30% e 50% das crianças menores de 2 anos tenham anemia ferropriva.

“Inicialmente, a carência de ferro é silenciosa, porque para suprir as necessidades o organismo consome os estoques do mineral. Com isso, existe a redução da produção de sangue e a criança desenvolve uma anemia moderada por carência de ferro (ferropriva)”, explica o médico Marcelo Neubauer – CRM-SP 82623.

Uma alimentação saudável, rica em vitaminas e minerais, ajuda a prevenir não apenas a anemia, como outras diversas doenças. “Existem dois tipos de ferro que podem ser adquiridos na alimentação: o ferro tipo “heme”, que é proveniente da proteína de origem animal, especialmente carnes vermelhas, mas também de aves e peixes; e o ferro tipo “não-heme”, que é proveniente de alimentos vegetais, especialmente lentilha, soja, feijão, ervilha, nabo, brócolis, couve, espinafre, açaí, manga e abacate. De modo geral, o ferro de origem animal (heme) é melhor aproveitado no organismo”, explica o doutor Marcelo Neubauer.

Confira abaixo a ingestão diária recomendada de ferro (IDR), segundo o Ministério da Saúde, para as crianças em determinada faixa etária:

0 a 6 meses: 36mg
7 a 11 meses: 53mg
1 a 3 anos: 60mg
4 a 6 anos: 73mg
7 a 10 anos: 100mg

Referências consultadas:

1. Brasil. ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 269. Regulamento técnico sobre a ingestão diária recomendada (IDR) de proteína, vitaminas e minerais, de 22 de setembro de 2005. Disponível em: http://coffito.gov.br/nsite/wp-content/uploads/2016/08/resoluo-rdc-n-269-2005-ingesto-diria-recomendada-idr-de-protenas-vitaminas-e-minerais.pdf

 

14 dez
Células – Tronco e o caso da menina Raissa.

Oi gente!

Ser mãe é, sem dúvida nenhuma, uma linda missão. É tanto amor dentro do peito quando temos nosso primeiro filho! A gente até acha que não conseguirá amar mais ninguém dessa forma, até chegar o segundo filho e a gente perceber o quanto o amor se multiplica! Como explicar tanto amor, não é? Bem, está certo. Amor não precisa explicar né? Basta vivê-lo!

Estava olhando as redes sociais e encontrei essa linda história, da menina Raíssa. O quanto os pais se dedicam por serem pais, e por conviverem com essa delicada situação, da epidermólise bolhosa.

A Raíssa não pode ter contato, pois sua pele muito sensível, pode formar bolhas ao tocar pessoas e objetos. Essas bolhas se transformam em feridas, que causam dores e muitos desconfortos. A luta dos pais é constante na busca de melhor qualidade de vida para a sua pequena.

Descobriram um protocolo de pesquisa nos Estados Unidos e batalham para que ela participe desse estudo, que já demonstrou melhoras em pacientes com essa doença. E os papais ficaram grávidos! E aí, como a gente sabe, o amor multiplica!

Uma esperança para toda a família! Fizeram a coleta do sangue do cordão umbilical do Igor, para, sendo compatível com a Raíssa, utilizar em transplante conforme o estudo nos EUA.

Quem quiser conferir a história está no Facebook com o perfil “para poder abraçar”, e tem site também: http://parapoderabracar.com/

img_7206

Quando descobri sobre o quão importante era ter guardado esse material, as células-tronco, fiquei curiosíssima pois não conhecia quando o Davi nasceu e não pude então guardar.

Mas do #babycaio deu tempo e estão guardadinhas na CordCell.

Me sinto segura por ter feito essa escolha e falo isso porque sei que podemos contar com estrutura, tecnologia e profissionais especialistas e que trabalham com muito amor.

E olhem meus amores nessa foto. Minhas duas coisas lindas, que enchem minha vida de amor.

img_7117

Se vocês tiverem alguma dúvida sobre o assunto procurem a CordCell, foi muito importante para a nossa decisão ter uma conversa prévia e tirar todas as nossas dúvidas.

22 nov
EXTEROGESTAÇÃO.

Você já parou pra pensar que o bebê humano é o único mamífero que não nasce pronto para viver sozinho no seu habitat natural?

Passados os 9 meses (ou, aproximadamente, as 40 semanas) de gestação no útero, o bebê nasce apenas com alguns reflexos inatos (respirar e deglutir). As outras habilidade serão aprendidas com o tempo.

A teoria da Exterogestação veio para acolher melhor esse recém-nascido nos seus três primeiros meses de vida (ou o 4º trimestre), como se a gestação durasse 12 meses. Nesse período fora do útero, seria tempo suficiente para ele se adaptar à sua nova realidade – junto à sua família.

img_6794

Embora o feto se encontre em condições adequadas para a vida fora do útero, a maturidade dos sistemas nervoso central, auditivo, digestório, imunológico e da visão só ocorrem na vida extrauterina, em decorrência de estímulos que somente acontecem no meio ambiente, principalmente no primeiro ano de vida.

Imagine que você está em um local tranquilo, quentinho, bem aconchegado… e, de repente, se encontra em outro lugar, com muitas luzes, frio. Provavelmente você vai se sentir inseguro, não é?!
Esta é a sensação do bebê ao nascer.
Ele não entende onde se encontra, está com medo. E assim que é posto no colo da mãe ele para de chorar.
Já percebeu isso?!

Pois bem, esse é o objetivo da Exterogestação, reproduzir os sons e sensações vividas pelo bebê dentro do útero – pelo menos nos três primeiros meses -, no intuito de ajudá-lo na adaptação e mantê-lo seguro.

E aqui vai duas dicas que é – na maioria das vezes – infalível:

  • Usar o sling:  O bebê chora. E muito. E nem sempre é fome. Ele só quer aconchego, sentir-se seguro. E é no colo da mãe, ou do pai, que ele encontra segurança. Nesse caso, o uso do sling é muito útil, pois descansa a coluna e os braços e dá liberdade para fazer outras coisas. Sling é vida!


img_6795

  • Som do secador: Baixe qualquer aplicativo que reproduza o som de secador (de cabelo). É um santo remédio para ajudar o bebê a se acalmar e parar de chorar.

img_6796

E, lembrem-se, colo nunca é demais! ❤️

Fonte:{http://estilo.uol.com.br/gravidez-e-filhos/listas/gravidez-nao-acaba-quando-o-bebe-nasce-conheca-a-extero-gestacao.htm}

Por Rebeka Chamyé
Psicóloga Perinatal
CRP-02/15054
Instagram: @rebekachamye
Recife/PE
rebekachamye@yahoo.com.br

30 ago
Passo a passo para manter a pele do bebê livre de alergias e irritações.

IMG_5091

Muita gente me pergunta se eu uso repelente nos meninos. Em Davi eu nunca tinha usado até esse ano quando o surto de zika começou aqui na minha cidade.

Uma coisa que sempre fiz com o Davi foi usar o hidratante diariamente, também comecei a fazer com Caio assim que a médica liberou. O hidratante não evita que o mosquito pique, mas ajuda bastante, pois eles gostam do cheirinho da pele e do suor.

Já com o Davi sempre precisei usar também por conta da pele ressecada que ele tem o que causava muitas “erupções” típicas de crianças alérgicas. Fomos na alergologista e o hidratante foi o item indispensável que ela recomendou.

Independente da quantidade de banhos, não posso esquecer de sempre passar o hidratante, pois esse ritual mudou a vida do Davi. Não tem mais coceira, não tem pele seca e nem machucados.

Aqui em casa usamos os mesmos produtos para os dois e adoramos o cheirinho dos produtos Baby Dove.

A linha Hidratação Sensível, foi criada para oferecer um cuidado especial para bebês com pele sensível, respeitando o equilíbrio do pH natural da pele e utilizando fragrâncias desenvolvidas especificamente para a pele sensível.

As fórmulas são hipoalergênicas, contêm pH balanceado e foram testadas por oftalmologista, dermatologista e pediatra para minimizar os riscos de alergia.

Aí você me pergunta: – E o baby Caio tia mari, usa há quanto tempo?

Passo diariamente o hidratante nele desde os 3 meses e, principalmente antes de dormir. Essa é a nossa rotina do sono sempre acompanhada de uma musiquinha e uma massagem nos pés e bracinhos. #EleAdora

#ConfieNoSeuJeito #EmbaixadoraBabyDove

30 jul
Troca de fraldas: aliados indispensáveis para tornar esse momento mais fácil.

image

Quando viramos mãe passamos boa parte do tempo limpando os nossos bebês. No começo são cerca de dez troca de fraldas #Imaginem

Não existe um jeito certo de trocar a fralda do seu pequeno, mas você pode deixar tudo sempre organizado para facilitar o processo.

Um dos itens que vivo falando pra vocês é o lencinho Baby Dove, não só eu sou apaixonada como o papai também é, pois ele é embalado de um jeito todo especial para nos ajudar no momento da troca.

Nos pacotes de lenços umedecidos que encontramos no mercado sempre acabamos puxando mais de um. Os lenços umedecidos Baby Dove são embalados um a um, então não precisamos nos preocupar ao puxar. Só sai da embalagem a quantidade que a gente quer.

Os lenços também são aprovados pelos dermatologistas, não possuem álcool (muito bom esse detalhe), são hipoalergênicos e removem bem as impurezas da pele do bebê.

Os lenços Baby Dove estão disponíveis em duas versões, Hidratação Enriquecida e Hidratação Sensível, e eu adoro o cheirinho dos dois. A linha Hidratação Enriquecida foi desenvolvida para bebês com pele normal à seca, enquanto a linha Hidratação Sensível oferece um cuidado extra especial para os bebês com pele sensível.

Outro item que estou viciada é o creme de prevenção de assaduras, que neutraliza o pH da pele em segundos, protegendo instantaneamente de irritação. Além de tudo, o creme é fácil de aplicar, pois se espalha facilmente na pele do bumbum (não tem aquela consistência engordurada), o que facilita também no momento de limpar.
O creme de prevenção de assaduras Baby Dove está disponível em dois tamanhos, 90g e 45g (ideal para levar em viagens).

Por aqui, tanto eu como o papai trocamos a fralda do Baby Caio, então uma dica que sempre dou é que quando eles forem recém nascidos, antes de tirar a fralda, levantar as perninhas dele pra ver se sai o número dois e você não ser surpreendida.

Aproveite também esses momentos para conversar com o seu bebê.

E você tem alguma dica para compartilhar também? #ConfieNoSeuJeito #EmbaixadoraBabyDove

05 maio
Os primeiros 1000 dias do bebê.

Oi gente!

Fui convidada pelo Shopping Guararapes, para participar da palestra, que será realizada neste sábado dia 07 de maio com a Dra. Ana Escobar.

A consultora e pediatra Ana Escobar vem pela primeira vez ao Estado em comemoração ao Dia das Mães.

O encontro é voltado para todas as mamães, mas será focada nos primeiros mil dias do bebê, incluindo a vida fetal, ao longo dos nove meses de gestação.

De acordo com a médica, o período é de extrema importância para o crescimento saudável da criança, já que é nos primeiros dois anos que acontece o desenvolvimento cerebral do ser humano.

Os primeiros 1000 dias são a base essencial do futuro de um ser que potencialmente começa quando duas células se juntam.

Na conversa será falado sobre os 270 dias de gestação, depois os 365 primeiros dias após o nascimento e os 365 dias seguintes, do segundo ano.

A palestra acontece no Cinépolis, que tem capacidade limitada de 400 lugares. Ao final da palestra, será aberto um espaço também para perguntas do público à pediatra.

Zika Vírus – Por conta do aumento de casos e dos perigos dessa nova doença para as gestantes e recém nascidos, a médica dedicará um momento da palestra para o assunto.

A ideia é ajudar as mamães e futuras gestantes a se prevenirem da forma adequada e tomar os cuidados necessários.

Tema: Os primeiros 1.000 dias
Dia: 07/05 (sábado)
Horário: às 10h, no Cinépolis
Entrada: 1 lata de leite ou 1 pacote de fralda
Sujeito à lotação do espaço (400 lugares)

Espero por vocês!

23 mar
Rotina de banho do Baby Caio.

Oi gente!

A hora do banho pode ser um momento muito bom para você e seu bebê.

Mas para isso precisamos deixar algumas coisas prontas e começar uma rotina desde cedo.

Por aqui o Baby Caio sempre curtiu a hora do banho. Com Davi sentia muito medo de dar banho nele, mas nada como a tranquilidade da segunda gestação pra tornar algo ainda mais prazeroso e se sentir ainda mais confiante no seu jeito de cuidar.

Ele sempre foi um bebê que tomou mais de um banho ao dia por conta do calor aqui da minha cidade.

Uma coisa que sempre falo é que precisamos usar produtos específicos para eles e respeitar as idades.

Com o Baby utilizo o sabonete líquido da cabeça aos pés Baby Dove com a embalagem Pump que facilita muito nossa vida.

Com Davi já utilizamos o shampoo e o condicionador e nos dois a loção hidratante item essencial aqui em casa.

O cheirinho nem preciso dizer que é uma delicia, né? E dura o dia todo no cabelo deixando o baby com aquele cheirinho de bebê delícia.

Fiz um vídeo bem legal com a rotina do banho do dia, e a noite o que mudamos é a banheira que troco pelo ofurô na maioria das vezes, e a musiquinha que sempre gosto de colocar pra ir acalmando ele.

E vocês, alguma dica legal para compartilhar?

#ConfieNoSeuJeito #BabyDove

25 fev
Hidratar a pele dos pequenos também é importante.

Muitas vezes a gente pensa que só a nossa pele precisa de hidratação não é verdade?

Meu pequeno Davi, por exemplo, é uma criança bem alérgica. Levei ele a pediatra alergologista ao perceber pequenas bolinhas secas pelo seu corpo que causava muita coceira e desconforto.

Ao ser examinado pela médica ela percebeu o quanto sua pele estava seca e logo me solicitou que hidratasse bem todos os dias.

Foi aí que passei a colocar esse item em sua rotina pós-banho.

Começamos então a passar diariamente o hidratante Baby Dove após os banhos e em poucos dias percebi que uma mudança tão simples fez melhorar a pele do meu filho sem precisar submete – lo a exames e medicações.

Logo procurei a médica do Baby Caio e ele também foi liberado a usar hidratante diariamente em seu corpinho.

Em Davi eu passo em todas as partes assim como no baby Caio e até no rostinhos nós podemos passar.

Lembrando que devemos sempre livrar partes sensíveis como os olhos e não colocar, no caso do bebê, nem nos pés e nem nas mãos já que eles vivem com essas partes do seu corpo na boca devido à sua fase oral.

O bom do hidratante Baby Dove é o seu cheirinho gostoso e suave deixando seu pequeno sempre cheiroso.

Por aqui a rotina do banho ficou mais gostosa e na escola o pequeno não esquece de pedir a tia do banheiro para repor o hidratante.

E por aí mamães, estão hidratando bem a pele dos pequenos?

Beijos Tia Mari 😉

 

 

08 jan
Tem dúvidas sobre dengue, Zika e Chikungunya? Acesse o Webinar!

Apesar de ser um velho conhecido, o Aedes aegypti ainda é capaz de surpreender os brasileiros. Ano passado, o mosquito não só infectou com a dengue mais de 1,5 milhão de pessoas, um recorde histórico, como introduziu no país o temido zika, vírus que ao ter sua associação confirmada com a explosão nacional de microcefalia, instaurou o pânico e levantou incontáveis dúvidas na população.

Para responder diretamente as principais questões sobre as doenças transmitidas pelo inseto e orientar quanto aos métodos realmente eficazes e seguros de proteção, as marcas SBP e Repelex realizam nesta sexta-feira (8), a partir das 15h, um webinar (seminário online) gratuito com o infectologista do Instituto Emílio Ribas, mestre em doenças infecciosas, Jean Gorinchteyn, e com a dermatologista Adriana Salgado, mestre em Dermatologia pela Universidade de São Paulo e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Pais, gestantes, educadores e qualquer interessado no assunto podem acompanhar o evento ao vivo pelo link: http://itv.netpoint.com.br/juntoscontraoaedes. Pelo endereço será também possível enviar perguntas aos especialistas.

As principaisperguntas realizadas por vocês nas redes sociais da Turma da Tia Mari, serão respondidas ao vivo no Webinar. Não deixem de acessar e participar!

Vamos nos informar e combater juntos essa praga que está destruindo a nossa sociedade! Estamos juntas, contra o vírus do Aedes!

Webinar SPB e Repelex

Data: sexta-feira, 8 de janeiro

Hora: a partir das 15h

Acesso: gratuito pelo link http://itv.netpoint.com.br/juntoscontraoaedes